Durante toda a tarde da última quinta-feira, 19, juizes, promotores, representantes de planos de saúde e especialistas em saúde mental discutiram com a sociedade civil a importância da terapia ABA no tratamento de crianças autistas.

Um dos principais depoimentos entre os especialistas foi o da psicóloga da Universidade Católica de Goiás, Giavana Reolon Brasil. Ela explicou a eficácia do ABA do inglês (Sistema de Intervenção Comportamental Aplicada) e as diferenças em relação a outros métodos.

O auditório ficou lotado de pais de crianças portadores de autismo, revoltados com o abandono dos planos de saúde que vêm se negando a custear esse tipo de tratamento.

O juiz Max Nunes que coordenou o evento disse que o número de casos de autismo e ações judiciais vêm aumentando de forma considerável e por isso, a justiça está preocupada com essa questão social que envolve também os planos de saúde. “Com esses esclarecimentos técnicos dos especialistas na terapia será mais fácil para a justiça definir as novas sentenças,” disse o magistrado.

Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here